NOTÍCIAS

10/05/2018

João César Mattogrosso prestigia parceria que beneficia 352 famílias com a casa própria em Campo Grande



O sonho da casa própria tornou-se realidade para 352 famílias na noite da última quarta-feira (9), em Campo Grande. Esta realização ocorreu graças aos recursos do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS), no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, que contempla os projetos habitacionais da Capital pela primeira vez na história. A solenidade de assinatura dos contratos ocorreu na quadra de esportes da Escola Estadual Joaquim Murtinho.

Foram atendidas famílias com renda familiar mensal de até R$ 1.800,00. Os investimentos são frutos da parceria entre os poderes municipal, estadual e federal, sendo R$ 38,6 milhões, que corresponde a R$ 5,16 milhões do governo estadual e R$ 358,8 mil da prefeitura.

Entre os contemplados, está a família da dona de casa Rosa Pereira da Silva, que comemorou a conquista: “A minha vontade era abrir uma champanhe para comemorar, de tanta felicidade em receber a nossa casa”. Ela e o marido ressaltaram ainda o apoio do Governo do Estado, “agradeci o governador pela atitude e o parabenizei pelo que tem feito para o nosso Estado”, afirmou o pintor aposentado Airton da Silva.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ressaltou o compromisso do governo em dar acesso de moradias dignas às famílias. “Quando a gente constrói parcerias a gente consegue diminuir os problemas vivenciados pela sociedade. E esse programa é muito interessante porque o cidadão assina o contrato e acompanha a evolução da obra junto com a empresa que vai edificar”, afirmou.

Já o prefeito Marquinhos Trad (PSD) destacou o contentamento em realizar as entregas das residências. “A gente participa de vários eventos, mas nenhum me traz mais alegria e contentamento do que as cerimônias de entrega de residências. Até porque, no mundo de hoje, o que deveria ser o teto sagrado de todos nós, é algo inalcançável para a grande maioria das pessoas”, declarou.

O superintende da Caixa Econômica Federal, Evandro Narciso, falou da satisfação em estar promovendo a assinatura dos contratos dos empreendimentos. “São 352 famílias. Em torno de 1,5 mil pessoas que em 24 meses estarão recebendo a chave de suas casas, mas que a partir de hoje passam a ser proprietário do direito de morar. Aqui temos a inserção de recursos do governo federal e a parceria entre a Prefeitura de Campo Grande e o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul”, frisou.

Representando a Câmara a Municipal de Campo Grande, o vereador João César Mattogrosso (PSDB) salientou o compromisso do legislativo em lutar por condições dignas para cada cidadão. “Nossa Capital voltou a crescer, pois atualmente trabalhamos harmonicamente em prol do bem-estar social e a qualidade de vida de todos os cidadãos. Esta entrega de novas residências reflete este compromisso”, ressalta o parlamentar.

De acordo com a Emha (Agência Municipal de Habitação), responsável pelos empreendimentos, há cinco anos a construção de unidades habitacionais sociais estava ‘congelada’ em Campo Grande. A entidade selecionada para conduzir os empreendimentos será a Conssol (Sistema Integrado de Economia Solidária). Serão 352 novas moradias, sendo 160 unidades a serem construídas no condomínio residencial Jardim Mato Grosso e 192 moradias no condomínio residencial Armando Tibana.

 
VOLTAR